Lideranças do Rio de Janeiro, terra de Lindbergh, lançam Padilha candidato a presidente do PT

Leia aqui manifesto assinado por várias lideranças do PT do Rio de Janeiro em apoio à candidatura de Alexandre Padilha à presidência do Partido.

800 0

Leia aqui manifesto assinado por várias lideranças do PT do Rio de Janeiro em apoio à candidatura de Alexandre Padilha à presidência do Partido.

MANIFESTO ALEXANDRE PADILHA PRESIDENTE DO PT

O PT passa por uma crise de dimensão múltipla. A crise nos impõe a necessidade de renovação de sua plataforma política e de sua estrutura orgânica. A nova direção a ser eleita no VI Congresso do partido precisará ter qualidade política e compromisso orgânico para empreender a profunda renovação no partido.

Somos um partido com uma bela história de luta e um legado que poucos partidos no mundo podem oferecer para seus países. Somos o partido que possui em suas fileiras um dos maiores líderes mundiais contemporâneos e certamente o maior líder popular da história do Brasil: o Presidente Lula.

A volta de Lula à presidência da República é a prioridade absoluta da conjuntura. Mas, na luta pela nossa volta ao governo central do Brasil, precisamos construir um programa de reformas mais profundo. Um programa capaz de articular as esquerdas, os movimentos, organizações e forças sociais e personalidades progressistas para dar sustentação política e cultural às mudanças históricas exigidas pelo país.

Por isso tem vital importância a qualidade política da direção a ser eleita no VI Congresso do PT, sobretudo do novo presidente do partido. Num pais como o Brasil, de forte tradição presidencialista, caberá principalmente ao presidente do partido projetar o nome do PT e a força da direção nacional. Todos os petistas esperam do seu novo presidente o compromisso com a renovação do PT, o exercício permanente da unidade e o senso de responsabilidade pelo que representamos na sociedade. Mais do que nunca o partido precisa de um presidente que saiba aliar a necessária radicalidade da renovação com a indispensável habilidade para a negociação política. Um presidente que respeite os valores e tradições do socialismo petista com o nosso rico legado histórico. O PT do VI Congresso precisa de uma direç ão e de um presidente que tenham a clara marca da renovação.

Por isso nós, militantes e dirigentes petistas do Estado do Rio de Janeiro, estamos lançando o nome do companheiro ALEXANDRE PADILHA para presidente nacional do PT.

Petista desde a adolescência, Padilha foi aos 18 anos de idade membro da coordenação da juventude da campanha do Lula em 1989 e aos 19 anos, coordenador nacional dos universitários do PT. Padilha fez parte desde o início do governo Lula como médico, atuando no setor de saúde indígena. Depois foi Subchefe de Assuntos Federativos da Presidência da República e ministro da Articulação Política. No governo Dilma foi Ministro da Saúde e responsável pelo mais importante programa do governo: Mais Médicos.

Sua juventude, aliada à experiência política e à comprovada capacidade executiva e de articulação política, são suas grandes credencias, juntamente com o compromisso do DNA petista. Por isso, caso o Presidente Lula – o qual todos apoiamos – não seja o presidente do partido, consideramos o melhor nome para cumprir essa tarefa, ALEXANDRE PADILHA.

Quaquá – Presidente PT/RJ

Alberto Cantalice – Vice Presidente Nacional do PT

Ricardo Pinheiro – Vice Presidente PT/RJ

Tiago Santana – Séc. de Finanças PT/RJ

Marcelo Sereno – Vice Presidente PT/RJ

Neide Aparecida – Executiva Estadual PT/RJ

Ronaldo Sorriso – Séc dá JPT PT/RJ

Indalecio Vanderlei – Séc Nacional Sindical

João Carlos Birigu – Séc de Movimentos Populares

PC Alevato – Executiva Estadual PT/RJ

Marcilene Souto – Executiva Estadual PT/RJ

Val Carvalho

Fabiana Santos – Secretaria de Mulheres PT/RJ

Zeidan – Dep. Estadual Líder da Bancada

Edson Santos – Ex Dep. Federal

Manuel Severino

José Sérgio

Júlio Mourão

Fernanda Carisio

Vinicius Assumpção

Adeilson Telles Ribeiro

Rodrigo Abel



No artigo

x