Blogueiro Rodrigo Pilha desmente mídia tradicional e diz que não foi intimado por vídeo contra Janot

Sites do UOL e da Globo, entre outros veículos, informaram que Pilha estava sendo intimado pela Jusitça por conta de um vídeo em que fala de Janot, mas tudo não passou de invenção da...

1071 0

Sites do UOL e da Globo, entre outros veículos, informaram que Pilha estava sendo intimado pela Jusitça por conta de um vídeo em que fala de Janot, mas tudo não passou de invenção da imprensa. “O que ficou bem claro é que a gente incomodou o Janot, a Globo e a mídia golpista em geral que quer cada vez mais desmoralizar blogueiros e midialivristas”, disse

Por Isabelle Grangeiro, colaboradora da Rede Fórum 

O blogueiro e ativista digital Rodrigo Grassi Cademartori, conhecido “Rodrigo Pilha”, desmentiu veículos da mídia tradicional que divulgaram um suposto processo pedido pelo o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, ao Ministério Público Federal (MPF), para apuração dos crimes de calúnia e difamação por conta de um vídeo feito pelo blogueiro.

No vídeo, publicado em 12 de fevereiro em suas redes sociais, Rodrigo Pilha afirma em frente ao restaurante Taypá, em Brasília, que Janot estaria reunido com o senador Romero Jucá (PMDB-RR) dentro do recinto.

O blogueiro afirmou que não recebeu nenhuma intimação judicial pelo vídeo, ao contrário do que foi divulgado pela imprensa. “Oficialmente eu não recebi nada, é estranho que eu, sendo um grande criminoso, não tenha recebido nada, mas o Lauro Jardim, a globo, a grande mídia já sabe de tudo”, ironizou.

A notícia foi veiculada pelos sites UOL, O Globo, pelo portal da Revista Época e pela emissora GloboNews.

Rodrigo Pilha contou que três amigas jornalistas entraram em contato com ele para informá-lo que o Procurador Geral da República havia entrado no restaurante em seguida do Senador Romero Jucá, e ambos tinham ido para uma área reservada do recinto. Quando chegou ao restaurante eles já haviam deixado o ambiente, mesmo assim, por confiar em suas fontes, Pilha resolveu fazer um vídeo com a denúncia.

O blogueiro declarou que não se arrepende do vídeo e que a falsa divulgação do suposto processo é uma tática usada pela imprensa hegemônica para tirar crédito da mídia alternativa. “Eu não retiro nada do que eu falei, o que ficou bem claro é que a gente incomodou o Janot, a globo e a mídia golpista em geral que querem cada vez desmoralizar blogueiros e midialivristas “, afirmou Pilha.



No artigo

x