Arthur Maia (PPS-BA), relator da reforma da Previdência, confessa que não se importa com eleitores

O deputado federal recebeu uma mensagem de uma vereadora de seu mesmo distrito eleitoral, o Vale do Jiquiriçá (BA), informando que, na região, os vereadores não apoiarão deputados que forem a favor da PEC...

2502 0

O deputado federal recebeu uma mensagem de uma vereadora de seu mesmo distrito eleitoral, o Vale do Jiquiriçá (BA), informando que, na região, os vereadores não apoiarão deputados que forem a favor da PEC 287; na resposta, Maia deixou claro que só trabalha para quem o elegeu: “Não sou seu deputado. Vá reclamar com quem você votou”

Por Redação

O deputado federal Arthur Maia (PPS-BA), relator da PEC 287, que trata da reforma da Previdência, deixou claro em uma mensagem que começou a circular nas redes na última semana que não trabalha em prol da população como um todo, mas serve apenas ao grupo que o elegeu.

A vereadora Eliene Batista (PCdoB), do município de Laje, distrito eleitoral de Maia, enviou uma mensagem via Whatsapp ao deputado informando que os vereadores locais não apoiarão deputados que forem a favor da reforma da Previdência, pedindo para que o parlamentar leve a informação a outros deputados. O relator da PEC, então, respondeu que apoiará a reforma e que, por isso, não procurará a vereadora para pedir seu voto. E ainda completou:

“Não sou seu deputado. Vá reclamar com quem você votou. Não quero ser eleito com o voto de gente como você”.

A resposta de Eliene Batista evidencia que, de fato, o deputado federal não se importa com os eleitores. “Não importa se você não teve meu voto. Mas você foi eleito pelo povo e deve satisfações”, escreveu.

Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Ao portal Tribuna do Recôncavo, no último domingo (27), a vereadora desabafou: “Foi uma resposta arrogante e prepotente. Ele respondeu que é a favor da PEC e que não viria em Laje pedir meu voto. Achei uma falta de respeito. Não foi uma pergunta ofensiva, então, esperava uma resposta mais sensata. A gente percebe que ele não está defendendo os direitos da população. A gente se entristece quando vê colegas políticos com esses posicionamentos”, disse.

A reportagem da Fórum tentou procurar o deputado Arthur Maia, mas não obteve retorno até a publicação desta nota.

 



No artigo

x