Rapper lança Guia de Direitos das Empregadas Domésticas

O guia foi elaborado a partir do relato de trabalhadoras domésticas de todo o Brasil. O objetivo é fomentar ações que discutam os abusos vividos pela categoria em todo o Brasil.

1071 0

O guia foi elaborado a partir do relato de trabalhadoras domésticas de todo o Brasil. O objetivo é fomentar ações que discutam os abusos vividos pela categoria em todo o Brasil.

Da Redação

Em 19 de julho de 2016, a rapper Preta-Rara (foto) postou, em sua página pessoal, algumas histórias de abusos sofridos na época em que era empregada doméstica. Em menos de uma hora após a publicação, ela recebeu uma enxurrada de mensagens e decidiu criar a página ‘Eu Empregada Doméstica’. Com repercussão em jornais do Brasil e do exterior, o espaço reacendeu o debate a respeito do tema. Com a hashtag ‘#Eu Empregada Doméstica’, a rapper foi destaque em Londres, na França, Portugal, Alemanha, Argentina, Colômbia e dos principais veículos de comunicação no Brasil.

Com mais de 140 mil seguidores, a página ‘Eu Empregada Doméstica’ reúne relatos de empregadas domésticas que compartilharam as suas experiências de abusos e humilhações sofridas no ambiente de trabalho.

Lançamento acontece no próximo domingo (30)

O projeto #EuEmpregadaDoméstica promove o Lançamento do Guia de Direitos das Trabalhadoras Domésticas, no próximo domingo 02, às 15h, no SindiLimpeza. Idealizado pela rapper Preta-Rara, sua programação prevê o Lançamento do Guia, oficinas de autocuidados, bazar e apresentações culturais, como a DJ Cássia, o grupo de maracatu Zabelê, e sarau conduzido pela rapper. O encontro recebe apoio do Instituto Procomum, por meio de financiamento de microbolsa.

O objetivo do encontro é reunir apoiadores do projeto e as trabalhadoras da limpeza, principalmente as domésticas, para pensar ações que contribuam para a articulação do sindicato e do movimento dessas trabalhadoras na região, proporcionando momentos de lazer e autocuidados, para mulheres que dispõe de pouco tempo para os pequenos prazeres do cotidiano.

A abertura do encontro, em formato de roda de conversa, sobre os direitos das trabalhadoras domésticas, será conduzida pela presidente do SindiLimpeza, Paloma Santos, pela Preta-Rara, e por representantes do Coletivo ComunaDeusa, autoras do Guia de Direitos. As oficinas oferecidas serão: Turbantes, mediada pela rapper Preta-Rara; de autocuidados em Odontologia Natural, ministrada pela dentista Luciana Oliveira, do Projeto Céu da Boca; reiki e relaxamento, pelo terapeuta holístico Márcio Gueler; e uma conversa sobre ‘Direitos’, conduzida pelo Coletivo ComunaDeusa. Em seguida, a DJ Cássia abre o seu set dançante cantado por mulheres, e a rapper Preta-Rara faz a leitura de poemas autorais. Ao final, o maracatu do grupo Zabelê encerra o encontro, que também terá uma programação paralela voltada para as crianças, com contação de histórias da Camila Genaro, apresentação de bonecos da Simone Santos, e, exposição, durante todo o encontro, dos brinquedos confeccionados com material reutilizado pelo projeto Lixo’s Brinquedos.

O Guia está disponível gratuitamente no link https://observatoriaffadvogadas.tumblr.com/, e foi elaborado em parceria com o Observatório dos Direitos e Cidadania da Mulher.

 



No artigo

x