Entidade mundial judaica lamenta em nota que Hebraica tenha recebido Bolsonaro

No texto, o presidente da B’nai no Brasil, Abraham Goldstein, diz ter ficado desapontado “pela irresponsabilidade de alguns em permitir que o evento tenha ocorrido”.

946 0

No texto, o presidente da B’nai no Brasil, Abraham Goldstein, diz ter ficado desapontado “pela irresponsabilidade de alguns em permitir que o evento tenha ocorrido”.

Da Redação com Informações da Coluna de Ancelmo Gois

A B’nai B’rith, entidade judaica mundial de Direitos Humanos, soltou nota de repúdio pela “xenofobia e o racismo” de Bolsonaro na Hebraica do Rio, segunda.

No texto, o presidente da B’nai no Brasil, Abraham Goldstein, diz ter ficado desapontado “pela irresponsabilidade de alguns em permitir que o evento tenha ocorrido e que bandeiras de países, como as de Brasil e Israel, tenham estado presentes neste vergonhoso episódio”.



No artigo

x