Para polícia, goleiro não teve intenção de matar rapaz atropelado

Raphael Aflafo, ex-goleiro do Corinthians, tinha a CNH vencida quando, no último domingo (9), atropelou e matou o ambulante Matheus Muller. A família da vítima fez protesto no local nesta quarta-feira (12). Da Redação com...

385 0

Raphael Aflafo, ex-goleiro do Corinthians, tinha a CNH vencida quando, no último domingo (9), atropelou e matou o ambulante Matheus Muller. A família da vítima fez protesto no local nesta quarta-feira (12).

Da Redação com Informações do G1

Amigos e familiares do jovem Matheus da Silva Nascimento, de 17 anos, que foi atropelado e morto, no último domingo (9), fizeram uma manifestação próximo ao local do acidente na manhã desta quarta-feira (12), em Santos, no litoral de São Paulo. O motorista do carro que atropelou o jovem é o goleiro Raphael Aflafo, de 20 anos, que prestou depoimento e acabou sendo liberado em seguida. O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.

Rapha em ação pelo Corinthians (Foto: Arquivo Pessoal)

Raphael Aflafo em ação pelo Corinthians

Por volta das 8h30, familiares e amigos de Matheus se reuniram na avenida Epitácio Pessoa, próximo ao cruzamento com a rua Alexandre Martins, no bairro da Aparecida, para protestar. Eles colaram a foto do rapaz em camisetas e também carregavam placas com a frase ‘Eterno Matheus Muller’. Eles pedem justiça, já que o motorista do carro que atropelou o ambulante continua solto.

O caso foi registrado como homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. De acordo com informações da polícia, Raphael não poderia estar dirigindo o veículo, já que estava com a habilitação vencida há quase um ano. Ainda segundo a polícia, é cedo para afirmar que Raphael estava em alta velocidade.

Durante depoimento, Raphael disse que não estava correndo e que perdeu o controle do carro inesperadamente, quando o veículo acabou indo para a outra faixa da pista e acabou atingindo a vítima, que empurrava o carrinho e não notou a chegada do veículo. O goleiro afirmou que não havia bebido e realizou um exame de sangue para confirmar a informação.

Caso

O goleiro Raphael Aflafo, de 20 anos atropelou e matou o jovem Matheus da Silva Nascimento, de 17, no fim da tarde do último domingo (9), em Santos, no litoral de São Paulo. O motorista estava com a CNH vencida. Um vídeo obtido pelo G1 mostra o carro de luxo, dirigido pelo atleta, atingindo em cheio a vítima, que não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

A vítima, Matheus da Silva Nascimento, de 17 anos, trabalhava na praia, com o pai, como ambulante. O jovem era torcedor do Santos Futebol Clube e, inclusive, estava com ingresso comprado para a partida das quartas-de-final do Paulistão, contra a Ponte Preta, que ocorreu na última segunda-feira (10) no Pacaembu.

Já o goleiro foi revelado pelo Santos e assinou seu primeiro contrato como profissional pelo Corinthians, em 2014. Também defendeu o Jabaquara e o Flamengo de Guarulhos na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Além disso, foi campeão brasileiro sub-20 pela equipe de São Paulo. Atualmente, o goleiro negociava seu retorno ao Santos Futebol Clube.

Raphael (na esquerda) foi goleiro do Corinthians no título brasileiro sub-20 (Foto: Arquivo Pessoal)

Raphael, à esquerda, quando foi campeão sub-20 pelo Corinthians

 



No artigo

x