Rede, de Marina, quer nomes do Judiciário para 2018; até Dallagnol estaria sendo sondado

Estariam sendo cogitados juízes, ex-delegados, procuradores, coordenadores da Lava Jato e até ex-ministros do STF como Joaquim Barbosa Por Redação*...

448 0

Estariam sendo cogitados juízes, ex-delegados, procuradores, coordenadores da Lava Jato e até ex-ministros do STF como Joaquim Barbosa

Por Redação*

O partido Rede Sustentabilidade, da ex-senadora Marina Silva, estaria com o objetivo de surfar na onda do desgaste da classe política para lançar nomes ligados ao meio Judiciário para as eleições de 2018. De acordo com o Painel, da Folha de S. Paulo, o juiz Marlon Reis, um dos redatores da Lei Ficha Limpa, deve concorrer ao Senado, no Maranhão, pela sigla.

A legenda, que se propõe a fazer a “nova política”, estaria até mesmo cogitando o delegado aposentado da Polícia Federal, Jorge Pontes, para o Senado no Rio de Janeiro, ou ainda filiar Deltan Dalagnol, coordenador da Lava Jato.

Nos bastidores, há rumores de que ex-ministros do STF, como Ayres Britto e Joaquim Barbosa, também estariam na mira da líder do partido.

A Rede nega as sondagens, mas integrantes da legenda indicam que a ex-senadora ressalta a importância de uma política institucional. Ao Painel, quadros do partido informaram que Marina teria tido uma conversa neste sentido com Dallagnol. A assessoria do coordenador da Lava Jato nega.

*Com informações do Painel, da Folha



No artigo

x