Mulher morre ao tentar defender marido de assaltantes

Após o disparo, os ladrões fugiram sem levar nada. Até o momento, ninguém foi preso. Quando chegaram ao local, policiais militares se depararam com a vítima morta à beira da piscina. Da Redação com Informações...

353 0

Após o disparo, os ladrões fugiram sem levar nada. Até o momento, ninguém foi preso. Quando chegaram ao local, policiais militares se depararam com a vítima morta à beira da piscina.

Da Redação com Informações da Tribuna de Santos e do G1

A promotora de vendas Carla Sampaio Braga, de 43 anos, foi morta com um tiro na parte de trás da cabeça, às 3h10 deste domingo (23), por criminosos que invadiram o seu sobrado, no bairro Cidade Náutica, em São Vicente (SP), para assaltar.

Ela entrou em luta corporal com um dos criminosos para tentar defender o marido, quando foi atingida pelo disparo.

Após o disparo, os ladrões fugiram sem levar nada. Até o momento, ninguém foi preso. Quando chegaram ao local, policiais militares se depararam com a vítima morta à beira da piscina.

O caso ocorreu na Rua Walt Disney, no bairro Cidade Náutica. Na casa, além da vítima, estavam o marido e filho do casal. Segundo o relatado pelos dois homens à Polícia Militar, Carla e o esposo estavam deitados no quarto, que fica em frente à piscina do sobrado, quando ouviram um barulho na residência.

O marido, que também tem 43 anos e trabalha como supervisor em uma siderúrgica, levantou-se e se deparou com um criminoso encapuzado próximo à porta. Ele entrou em luta corporal com o suspeito e, nesse momento, Carla foi ao encontro dos dois para tentar defender o marido. Foi quando um segundo criminoso se aproximou e disparou contra a cabeça da vítima.

Ainda de acordo com a polícia, ao mesmo tempo, em outro quarto do sobrado, o filho do casal, de 18 anos, dormia quando foi surpreendido por outros três criminosos, todos encapuzados. Um deles colocou a mão em sua boca, anunciou o assalto e disse para ele não gritar. Instantes depois, o trio ouviu o tiro disparado no outro cômodo e fugiu.

Na sequência, a quadrilha foi embora sem levar nenhum pertence da família. A Polícia Militar foi acionada e encontrou o corpo de Carla já sem vida, próximo à piscina. A perícia da Polícia Civil e a Divisão de Homicídios de Santos também foram acionadas e estiveram no local. O caso foi registrado na Delegacia Sede de São Vicente.

 



No artigo

x