URGENTE: STF decide mandar goleiro Bruno de volta à prisão

Supremo revogou nesta terça-feira (25), por três votos a um, a liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello que garantia a liberdade do jogador Por Redação...

255 0

Supremo revogou nesta terça-feira (25), por três votos a um, a liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello que garantia a liberdade do jogador

Por Redação

O Supremo Tribunal Federal(STF) revogou nesta terça-feira (25) a liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello e determinou, por três votos a um, a volta do goleiro Bruno Fernandes à prisão. Ele foi condenado a 22 anos e 3 meses como mandante do assassinato da modelo Eliza Samudio.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, havia enviado na semana passada um parecer ao Supremo pedindo a revogação da decisão que libertou o atleta, que estava atuando no clube Boa Esporte, de Minas Gerais.

Segundo Janot, o jogador teve um pedido de liberdade negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) antes da decisão do STF e não é permitido apresentar habeas corpus contra a definição tomada por outro ministro de tribunal superior.

Foto: Lúcio Adolfo/Divulgação



No artigo

x