Bispo da Diocese de Grajaú convoca os cristãos e pessoas de boa vontade para a greve geral do dia 28

Por isso, solicito que os senhores, as senhoras, expressem nos próximos dias, especialmente nas celebrações, o apoio de nossa Igreja Diocesana às manifestações pacificas convocadas por entidades democratas da sociedade brasileira, para o próximo...

296 0

Por isso, solicito que os senhores, as senhoras, expressem nos próximos dias, especialmente nas celebrações, o apoio de nossa Igreja Diocesana às manifestações pacificas convocadas por entidades democratas da sociedade brasileira, para o próximo dia 28 de abril, sexta-feira, em defesa da dignidade humana, e que, onde não estão previstas, incentivem sua realização.

Da Diocese de Grajaú

Aos Presbíteros, Religiosos, Religiosas, Leigos e Leigas da Diocese de Grajaú – MA,

Estimados irmãos, irmãs,

“Convocamos os cristãos e pessoas de boa vontade, particularmente, nossas comunidades, a se mobilizarem ao redor da atual Reforma da Previdência, a fim de buscar o melhor para o nosso povo, principalmente os mais fragilizados”. CNBB sobre a PEC 287/16 – “Reforma da Previdência”.

As tensões e angustias de nosso povo, hoje, frente à situação econômica, política e social de nosso país, atingem o coração de Deus e nossos corações de pastores. Projetos do atual governo federal que reduzem direitos sociais dos trabalhadores, conquistados democraticamente, ao longo de décadas, tendem a reduzir mais as condições de vida tão difíceis do nosso povo.

Por isso, solicito que os senhores, as senhoras, expressem nos próximos dias, especialmente nas celebrações, o apoio de nossa Igreja Diocesana às manifestações pacificas convocadas por entidades democratas da sociedade brasileira, para o próximo dia 28 de abril, sexta-feira, em defesa da dignidade humana, e que, onde não estão previstas, incentivem sua realização.

Levando em consideração as palavras do Papa Francisco na Carta Encíclica Laudado Si: “O Amor (…) é também civil e político, manifestando-se em todas as ações que procuram construir um mundo melhor. O amor à sociedade e o compromisso pelo bem comum são uma forma eminente de caridade, que toca não só as relações entre indivíduos, mas também as macro-relações como relacionamentos sócias, econômicos e políticos (ii).

Manifestemos nossa solidariedade participando das manifestações e fechando nossas secretarias paroquiais, cúria, escolas e creches como gesto concreto. Jesus, ao ver as multidões, sentiu grande compaixão, pois estavam aflitas e desamparadas (cf.Mt  9,36).

Em Cristo, Senhor Ressuscitado,

Dom Frei Rubival Cabral Britto

Bispo Diocesano de Grajaú- MA

 



No artigo

x