71% dos brasileiros são contra a reforma da Previdência, aponta pesquisa

Proposta foi uma das que motivaram a greve geral da última sexta-feira (28). De acordo com o Datafolha, a rejeição ao projeto do governo de Michel Temer é ainda maior entre funcionários públicos, chegando...

265 0

Proposta foi uma das que motivaram a greve geral da última sexta-feira (28). De acordo com o Datafolha, a rejeição ao projeto do governo de Michel Temer é ainda maior entre funcionários públicos, chegando a 83%

Por Redação

A pesquisa do Instituto Datafolha divulgada neste domingo (30), além de ter apontado o ex-presidente Lula liderando as intenções de voto para as eleições de 2018 em todos os cenários, mostrou, entre outras coisas, que 71% dos brasileiros são contra a reforma da Previdência, projeto do governo Temer que está em tramitação na Câmara dos Deputados.

A proposta, que aliados ao governo Temer e mesmo emissoras de TV vêm se esforçando para defender, visa aumentar o tempo mínimo de contribuição e a idade mínima de aposentadoria para homens e mulheres. As projeções feitas por especialistas no assunto mostram que a maioria dos brasileiros, pelas novas regras propostas, morreria sem conseguir se aposentar.

O levantamento apontou ainda que a rejeição à proposta da reforma da Previdência é ainda maior entre os funcionários públicos, chegando a 83%. O número também é alto entre as mulheres, chegando a 73% de rejeição e também entre a população com ensino superior, em que a rejeição à proposta atingiu 76%.

A reforma da Previdência foi, ao lado da reforma trabalhista e do projeto de terceirização, um dos grandes motivos da greve geral de sexta-feira (28). Estima-se, de acordo com as centrais sindicais, que mais de 30 milhões de brasileiros tenham paralisado suas atividades em protesto contra as reformas do governo.



No artigo

x