FHC lança Huck pra presidente

Ele comentou ainda que considera o crescimento de Lula nas pesquisas para presidente em 2018 um pouco estranho. Da Redação*...

430 0

Ele comentou ainda que considera o crescimento de Lula nas pesquisas para presidente em 2018 um pouco estranho.

Da Redação*

Em longa entrevista para a Folha de São Paulo desta segunda-feira (8), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso considera que “o novo” no cenário político é representado por figuras como o prefeito paulistano, João Doria, e o apresentador de TV Luciano Huck.

Ele comentou ainda que considera o crescimento de Lula nas pesquisas para presidente em 2018 um pouco estranho. “O PT virou o Lula. Isso é ruim para ele, é ruim para o partido. E o Lula perdeu a classe média e o pessoal do dinheiro, isso não volta mais. A credibilidade está muito arranhada. Fora isso, nós temos de pensar que ainda haverá a pressão da campanha, os temas da campanha, se ele for candidato e se chegar ao segundo turno”.

Ao ser perguntado sobre o governo de Michel Temer (PMDB), que na sexta (12) completa um ano, FHC afirma que o peemedebista “entendeu que o papel dele ou é histórico ou é nenhum”.

Já sobre se há algum arrependimento com relação à participação do PSDB no governo Temer, ele respondeu: “Seríamos criticados de qualquer modo, mesmo se ficássemos de fora. Sempre há um preço a pagar”.

Sobre a ascensão do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), FHC disse que “infelizmente, os partidos são muito descolados dos interesses da sociedade brasileira. As pessoas vão votar, no fim, em figuras que encarnem seus interesses. A sociedade contemporânea é muito fragmentada”.

*Com informações da Folha

Foto: George Gianni-PSDB Minas



No artigo

x