Rui Falcão, em Curitiba: “Lula é perseguido há anos sem ter cometido nenhum crime”

Para o presidente do PT, “temos um governo usurpador, golpista, que tomou conta do pais e vem promovendo uma série de reformas entre aspas pra acabar com os direitos trabalhistas, as conquistas sociais e...

256 0

Para o presidente do PT, “temos um governo usurpador, golpista, que tomou conta do pais e vem promovendo uma série de reformas entre aspas pra acabar com os direitos trabalhistas, as conquistas sociais e violando inclusive o regime democrático”.

Da Redação por Ivan Longo

O presidente do PT, Rui Falcão, falou à Fórum nesta quarta-feira (10), entre milhares de manifestantes reunidos na praça Santos Andrade, em Curitiba.

“Milhares de pessoas do Paraná e de todo o Brasil estão aqui hoje em solidariedade ao presidente Lula, que vem sendo perseguido há anos sem ter cometido nenhum crime. O objetivo claro é impedir a sua candidatura a presidente da República”, disse.

Sobre o atentado ocorrido na madrugada ao acampamento do MST em Curitiba, onde duas pessoas ficaram feridas, entre elas uma criança, Rui Falcão considera que foi uma ação de “poucos provocadores, desses que estimulam o ódio e a intolerância. A orientação que a Frente Brasil Popular dá e pra não entrar em provocação, manter o caráter pacífico do ato, a politização, o debate para mostrar o que está em jogo neste momento”.

Rui lembrou ainda que não se trata só da perseguição ao Lula. “Temos um governo usurpador, golpista, que tomou conta do pais e vem promovendo uma série de reformas entre aspas pra acabar com os direitos trabalhistas, as conquistas sociais e violando inclusive o regime democrático”, reiterou.

Sobre as expectativas políticas após o depoimento e as manifestações de hoje, Rui disse que o partido segue conclamando a militância a “aumentar as mobilizações pra tentar barrar a reforma da previdência e o fim da CLT”, finalizou.

Foto: PT

 



No artigo

x