E-mail que Mônica Moura afirma ter sido usado por Dilma é ridicularizado nas redes

Conta vazia não possui remetente, destinatário, mensagens enviadas ou recebidas, apenas um texto salvo nos rascunhos atribuído à ex-presidenta. “Prova” apresentada pela esposa de João Santana virou piada na internet Por Redação...

988 0

Conta vazia não possui remetente, destinatário, mensagens enviadas ou recebidas, apenas um texto salvo nos rascunhos atribuído à ex-presidenta. “Prova” apresentada pela esposa de João Santana virou piada na internet

Por Redação

A esposa do publicitário João Santana, Mônica Moura, afirmou em seu acordo de delação premiada que a ex-presidenta Dilma Rousseff utilizava uma conta secreta de e-mail. Segundo ela, só as duas tinham conhecimento do esquema, que teria sido criado supostamente para que Mônica e o marido fossem avisados sobre o andamento das investigações da Operação Lava-Jato.

De acordo com a empresária, a estratégia era deixar mensagens salvas no rascunho do e-mail para que a outra parte conseguisse acessar o conteúdo sem que precisasse ser enviado. Mônica alegou ter sido alertada por Dilma, no dia 19 de fevereiro de 2016, de que havia mandados de prisão contra o casal.

Porém, a versão contada por ela, e amplamente divulgada pela imprensa tradicional, virou piada nas redes sociais. Muitos internautas questionaram como uma conta vazia, sem remetente ou destinatário, pode ser considerada prova, uma vez que poderia ser facilmente forjada por qualquer pessoa.



No artigo

x