Loja Marisa é alvo de protesto e boicote no Dia das Mães

Grupo formado majoritariamente por mulheres chegou a realizar manifestação em frente a uma unidade da loja em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, criticando a marca por não respeitar a memória da ex-primeira-dama...

655 0

Grupo formado majoritariamente por mulheres chegou a realizar manifestação em frente a uma unidade da loja em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, criticando a marca por não respeitar a memória da ex-primeira-dama Marisa Letícia

Por Redação

A rede de lojas Marisa se tornou alvo de protestos após divulgar uma campanha de Dia das Mães fazendo piada sobre o depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sergio Moro. “Se a sua mãe ficar sem presente, a culpa não é da Marisa”, dizia a imagem publicada pela marca no Instagram.

A mensagem faz coro à revista Veja, que afirmou que o petista havia responsabilizado sua esposa Marisa Letícia, que morreu no dia 3 de fevereiro, pela suposta compra de um tríplex no Guarujá (SP) investigado pela Operação Lava Jato.

Muitas pessoas acusaram a propaganda de fazer chacota envolvendo uma pessoa falecida em um momento delicado da política do país. Um grupo formado majoritariamente por mulheres chegou a realizar uma manifestação em frente a uma unidade da loja em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. As participantes levaram cartazes criticando o fato da rede não respeitar a memória da ex-primeira-dama.

Nas redes sociais, internautas divulgaram cartões da loja quebrados, publicaram frases de repúdio à campanha e lembraram as denúncias de trabalho escravo contra a rede Marisa, que já foi multada pela condição desumana imposta a seus empregados.

Confira.

Foto: Brasil 247



No artigo

x