Fachin autoriza Polícia Federal a interrogar Temer

Investigado no STF por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça, o peemedebista será interrogado por escrito e terá, assim que receber as perguntas, 24 horas para responder  Por Redação ...

432 0

Investigado no STF por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça, o peemedebista será interrogado por escrito e terá, assim que receber as perguntas, 24 horas para responder 

Por Redação 

Relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Luiz Edson Fachin autorizou, nesta terça-feira (30), que a Polícia Federal interrogue o presidente Michel Temer. O peemedebista é investigado no Supremo, com base nas delações da JBS, por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça.

Solicitado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), o interrogatório será feito por escrito e Temer terá 24 horas para responder a partir do momento que receber as perguntas da PF.

Além de autorizar o interrogatório, Fachin desmembrou o inquérito e Temer passa, agora, a ser investigado de modo separado ao do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), também delatado pelos irmãos donos da JBS. O deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), tido na investigação como um intermediador das propinas de Temer, segue no mesmo inquérito que o do presidente.

 



No artigo

x