Patrícia Lélis: “Danilo Gentili, pare de pensar com a cabeça de baixo”

Você não é comediante, mas sim uma piada de muito mau gosto.

1467 2

Você não é comediante, mas sim uma piada de muito mau gosto.

Por Patrícia Lélis*

Só para começo de conversa, acredito fielmente que a Deputada Maria do Rosário e nenhuma outra mulher queira sentir o cheiro das suas partes intimas, além de ser algo muito grosseiro e baixo para se dizer na internet, mais uma vez prova o machismo e fascismo dos nossos tempos. E usando um pouco da ironia, se a cabeça de cima nitidamente está podre, imagina as suas partes intimas.

No iniciou do seu vídeo de muito mau gosto, você “ironiza” o nome “Deputada”, cortando algumas letras com os dedos e deixando claro a palavra “puta”, como se isso fosse uma grande ofensa vindo de alguém como você. Eu fico me perguntando “será que essa pessoa não tem vergonha na cara”, e acredito eu que a reposta não seja outra além de “não”.

Danilo, sabe porque é tão simples ser de direita? Por que é só ser um analfabeto político, fascista e que incita o ódio por onde passa. Eu tenho muita certeza que você não conhece a mulher, mãe, esposa, filha, política, professora, doutora em ciências políticas, conhecedora nata dos direitos humanos, humana, inteligente e extremamente educada que é a Maria do Rosário.

Bom, para falar a verdade quando eu a atacava na internet ou em audiências públicas na Câmara dos Deputados, também não a conhecia, afinal é muito mais simples falar o que não conhecemos sobre outras pessoas, ainda mais se essa pessoa não tiver o mesmo posicionamento político que nós.

Pois bem, eis o dia em que eu a conheci, e sinceramente senti vergonha da pessoa fascista e alienada que eu era. Mesmo depois de tantos ataques gratuitos que eu fiz a mesma, assim que soube da minha denuncia, exerceu o seu papel de mulher, mãe, amiga e foi me cumprimentar e me lembro com muita clareza de suas palavras dirigidas a mim de uma forma muito doce e suave “não desista dessa luta, você é mais forte do que imagina”. E desde então eu entendi que eu ataquei uma mulher incrível, uma mulher que jamais se opôs a garantir os direitos humanos de qualquer cidadão.

Hoje, Danilo, eu quero te dizer que mal sabe você que mexeu com um “mulherão da porra”, com uma mulher que não se esconde no meio de uma guerra, ainda mais se for uma guerra contra o machismo. Uma mulher que merece todos os títulos atribuídos a nossa frase “mulherão da porra”. Quando dizemos isso, queremos remeter toda a sua força e coragem.

Danilo, você ofendeu e desrespeitou uma mulher de sangue forte, que mesmo em meio a tantos ataques direitos, todos os dias levanta a cabeça e encara um congresso machista e garante o seu lugar lá dentro. E quando se ofende uma mulher, todas as outras que entendem o mínimo sobre machismo e fascismo também vão se sentir ofendidas, assim como nós nos sentimos, e já nos manifestamos sobre.

Passar um documento oficial nas partes intimas mostra o quanto você é baixo, é deplorável e como se não bastasse você ainda diz que, como supostamente você pagou o salário da Maria do Rosário e de qualquer outro político, é você quem decide se ela cala ou não a boca, e nunca o contrário. Isso me gerou um grande questionamento: Você também trata da mesma forma os funcionários que trabalham para você? Espero eu que não.

E bom, você disse que você paga o salário da então deputada…gostaria de te lembrar que eu e outras milhares de pessoas também pagamos, e não queremos que ela “cale a boca”, até mesmo porque isso fere o direito de expressão, mas te garanto que milhares de pessoas querem que ela fale, e fale muito, e principalmente que ela fale com pessoas iguais a você, ou ao Bolsonaro e sua turma. Espero que ela não apenas fale, mas questione o quanto puder o fascismo e machismo de todos vocês.

Querida Maria do Rosário, não posso imaginar a dor e incômodo que você e sua família devem estar sentindo nesse momento, mas quero que saiba que da mesma forma que o feminismo me abraçou, acolheu e me defendeu quando eu precisei, nós faremos o mesmo por você e por toda a sua família nesse momento.

Hoje, ficou provado que mais uma vez os machistas são controversos, pois eles afirmam que nós mulheres somos histéricas e adoramos aparecer, mas quem deu um show de horrores hoje na mídia não foi o feminismo, mas sim o machismo. Siga o seu caminho de queixo erguido e com orgulho no peito, afinal não é para qualquer uma ter o poder de incomodar tanto um homem que só pensa com a cabeça de baixo.

*Patrícia Lélis é ex-militante do PSC e acusou Feliciano de abuso



No artigo

2 comments

  1. Romulo Responder

    Parabéns pelo ótimo texto, Patrícia! Vc tb é um “mulherão da porra”!

  2. Angélica Responder

    Olá Patricia, fiquei muito tranquila em saber que esta bem.
    Acompanhei seu caso e fiquei muitíssimo triste com tudo que estava acontecendo com você, você vitima tendo que provar que é vitima para sociedade, para igreja e para homens que simplesmente julga que a mulher é sempre a culpada de tudo, que ela nunca presta. Me solidarizei por imaginar o quão sozinha você poderia estar se sentindo nessa sociedade tão perversa e que ainda se julga “pessoas de bem” , se sinta acolhida por nossa sonoridade!! Fico muito feliz em saber que esta bem, é tudo nosso!

    Obs: aos fascistas – pessoas de comportamento violento, agressivo, nacionalista que são estimulados pela grande mídia, porque a violência faz dessas pessoas mais ignorantes e manipuláveis – quem seguem a cartilha para manter qualquer site de esquerda ativo: visitam, leem a matéria, comentam rs – destilando seu ódio – e não duvido que compartilha pros amiguinhos, Obrigada pela contribuição.


x