Tânia Grinberg e Fabio Madureira fazem vaquinha virtual para terminar disco

“Gota Onde Nada o Peixe” é um projeto autoral da cantora e compositora Tânia Grinberg e do violonista e compositor Fabio Madureira. Vários músicos do primeiro time da nossa música, como Antônio Nóbrega e Ricardo Vignini participam do álbum.

265 0

“Gota Onde Nada o Peixe” é um projeto autoral da cantora e compositora Tânia Grinberg e do violonista e compositor Fabio Madureira. Vários músicos do primeiro time da nossa música, como Antônio Nóbrega e Ricardo Vignini participam do álbum.

Da Redação

A cantora e compositora Tânia Grinberg e o violonista e compositor Fabio Madureira já estão com o disco “Gota Onde Nada o Peixe” gravado, mas precisam de ajuda para terminar o processo. Para tal, abriram uma “vaquinha virtual” no site Benfeitoria. Para colaborar basta acessar o endereço: https://benfeitoria.com/gotaondenadaopeixe.

Vários músicos do primeiro time da nossa música, como Antônio Nóbrega, Ricardo Vignini e Guilherme Kastrup, entre outros participaram da gravação. Veja a lista completa abaixo.

“Gota Onde Nada o Peixe” é um projeto autoral da cantora e compositora Tânia Grinberg e do violonista e compositor Fabio Madureira. É um disco com 11 canções, todas criadas em parceria. Tem produção musical de Rodrigo Bragança e conta com grandes músicos convidados.

A sonoridade da Gota parte da formação voz e violão e encontra suas camadas e texturas em arranjos que são convites a muitas viagens, da cantiga medieval ao Rock progressivo e ao quarteto de cordas, literalmente em uma só canção, e em canções que se ambientam num universo que vai do caipira ao pop, sempre numa linguagem muito própria e sem compromisso estético com estes estilos. A Gota se traduz em liberdade e cores, com letras que evocam muitas imagens. A poesia, bastante lúdica, se apresenta em narrativas ora épicas, ora reflexivas, em embates ou encontros entre vozes, na brincadeira entre as palavras e os sons.

HiQfqqV.jpg

O CD já está gravado! Olha, na ficha técnica, quantos músicos incríveis gravaram com a gente:

Alexandre Daloia – flauta em Toca o que não vê e em Olhos (Miragem)

Alexandre Fontanetti – guitarra slide em Semente

Alexandre Ribeiro – clarinetes e clarone em Toca o que não vê

Ari Colares – percussão em Semente, Dragão Dourado, Olhos (Miragem), Conta-gotas e Coruja

Cuca – 2o violino (quarteto de cordas) em Dragão Dourado e Olhos (Miragem)

Daniel Pires – viola (quarteto de cordas) em Dragão Dourado e Olhos (Miragem)

Guilherme Kastrup – bateria em Uma Ideia e Novelo

João Taubkin – baixo em Novelo e Semente

Pedro Ito – bateria em Gota Onde Nada o Peixe e Dragão Dourado

Ricardo Herz – violinos e rabeca em Terra e Poeira

Ricardo Takahashi – 1o violino (quarteto de cordas) em Dragão Dourado e Olhos (Miragem)

Ricardo Vignini – viola caipira em Fluir, Florir, Rir e Coruja

Ricardo Zoyo – baixo em em Gota Onde Nada o Peixe, Dragão Dourado e Terra e Poeira e arranjos para quarteto de cordas em Olhos (Miragem) e Dragão Dourado

Rodrigo Bragança –  guitarras em Dragão Dourado, Gota Onde Nada o Peixe, Semente, Conta-gotas, Novelo e Uma Ideia. Teremim em Conta-gotas.

Vana Bock –violoncello (quarteto de cordas) em Dragão Dourado e Olhos (Miragem)

E a participação especialíssima do mestre Antônio Nobrega – narração e voz em Dragão Dourado

Gravado entre setembro de 2016 e fevereiro de 2017 no Estúdio Space Blues

Produção Musical: Rodrigo Bragança

Engenheiros de gravação: Alexandre Fontanetti e Leandro Henrique Silva

Mixagem: Ricardo Mosca



No artigo

x