Folha já faz pesquisa para eleições indiretas

Foram ouvidos 311 parlamentares; 13% deles apontaram o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) como candidato indireto favorito. Levantamento recente do mesmo jornal mostrou que 85% da população quer Diretas Já

306 0

Foram ouvidos 311 parlamentares; 13% deles apontaram o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) como candidato indireto favorito. Levantamento recente do mesmo jornal mostrou que 85% da população quer Diretas Já

Da Redação

O Datafolha fez uma pesquisa com 311 dos 594 parlamentares que estariam “aptos a votar em uma eleição indireta”. Segundo o instituto, 61% deles não citam espontaneamente um candidato à Presidência se Michel Temer deixar o cargo. Outros 15% não quiseram falar, somando assim 76% de parlamentares sem candidato à mão.

Outros dados do levantamento revelaram que 47% dos ouvidos acham que Temer deveria sair. Dessa parcela, 36% defendem renúncia, 34% cassação no Tribunal Superior Eleitoral e 6%, impeachment. Já 40% dizem que o peemedebista tem de ficar.

Em relação às eleições diretas ou indiretas, os parlamentares ouvidos estão divididos. Para 47%, não deve haver eleições diretas para que a população escolha o presidente. Enquanto 46% defendem a PEC das Diretas. Não souberam responder 4%, 3% se recusaram e 1% é indiferente.

No caso de eleições indiretas, apenas 9% citaram espontaneamente o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), como candidato favorito à Presidência. Com 2%, surgem o ex-ministro Nelson Jobim (PMDB) e os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT), seguidos por outros nomes com 1% ou menos. Lula não faz parte da bolsa de apostas e defende diretas.

Quando apresentada uma lista de presidenciáveis indiretos, Maia seguiu à frente, com 13%. Jobim ficou com 7%, e FHC, o governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP) e o senador Álvaro Dias (PV-PR) empataram com 5%.
O Datafolha ouviu 275 deputados (54% da Câmara) e 36 senadores (44% daquela Casa) entre terça (30) e sexta (2).

Diretas Já
Outro levantamento recente do Datafolha, realizado em abril, mostrou que 85% da população quer eleições diretas, para isso o Congresso deveria aprovar uma emenda constitucional.

No último domingo (28), milhares de pessoas ocuparam a Praia de Copacabana para pedir diretas. O protesto contou com shows de artistas renomados, como Caetano Veloso e Milton Nascimento.

Neste domingo (3), é a vez do Largo da Batata receber uma manifestação em prol das diretas. Diversos músicos já confirmaram presença, como Mano Brown, Pitty e Chico César.

Leia também: 

Depois de ato histórico no Rio, São Paulo terá show com artistas por eleições diretas

(Foto: coletivo Diretas Já/ preparação do ato no Largo da Batata)



No artigo

x