Marqueteiro de Temer revela a Pedro Venceslau como foi parte da conspiração contra Dilma

Da Redação O marqueteiro Elsinho Mouco disse que Joesley Batista o contratou com dois objetivos: “eleger o irmão José Batista Júnior em Goiás e ‘derrubar’ a presidente Dilma Rousseff na esteira do movimento pelo impeachment”....

554 0

Da Redação

O marqueteiro Elsinho Mouco disse que Joesley Batista o contratou com dois objetivos: “eleger o irmão José Batista Júnior em Goiás e ‘derrubar’ a presidente Dilma Rousseff na esteira do movimento pelo impeachment”.
A afirmação foi dada ao jornalista Pedro Venceslau, do Estadão.

Em sua delação, Batista disse que o publicitário recebeu R$ 3 milhões em 2010 e R$ 300 mil em espécio a pedido de Michel Temer.

“Numa das conversas entre eles, em maio de 2016, no auge do movimento ‘Fora, Dilma’, Joesley se ofereceu para pagar por um serviço de monitoramento de redes sociais que nortearia a estratégia do PMDB de blindagem a Temer. Na ocasião, foi incisivo: ‘Vamos derrubar essa mulher'”, diz trecho da reportagem.



No artigo

x