Prefeito tucano de São José dos Campos repete Doria e também tem CNH suspensa

Seguindo os passos do correligionário, Felício também disse que não era o motorista e perdeu o prazo para indicar o condutor. Ele também causou polêmica ao aumentar o limite de velocidade de uma importante ligação da região central da cidade.

333 0

Seguindo os passos do correligionário, Felício também disse que não era o motorista e perdeu o prazo para indicar o condutor. Ele também causou polêmica ao aumentar o limite de velocidade de uma importante ligação da região central da cidade.

Da Redação*

O prefeito eleito de São José dos Campos (SP), Felício Ramuth (PSDB), a exemplo do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), também teve a habilitação suspensa por excesso de multas. Ele está sem dirigir desde o período eleitoral.

A desculpa dada por Ramuth foi exatamente a mesma de Doria, ou seja, que não era ele quem dirigia o veículo de sua propriedade. De acordo com nota divulgada na tarde desta terça-feira (6), o prefeito perdeu o prazo para indicar o condutor das infrações. Desde então, não dirige mais.

As multas, assim como Doria, foram também por excesso de velocidade, estacionamento proibido e, aí sim, uma novidade, por veículo ‘sem registro’.  As sete multas foram aplicadas entre os dias 29 de fevereiro e 2 de agosto. Um documento que teve sua veracidade confirmada pela assessoria de imprensa da prefeitura mostra que Felicio possui 29 pontos na carteira de motorista (a habilitação é suspensa após 20 pontos).

Como um roteiro que se repete a cada cidade tucana, no mês de abril, Felicio também causou polêmica ao aumentar o limite de velocidade da avenida Nove de Julho, uma importante ligação da região central da cidade, de 40 para 50 quilômetros por hora.

A velocidade máxima da avenida havia sido reduzida no governo do ex-prefeito Carlinhos Almeida (PT), após intervenções do projeto Novo Centro.

*Com informações de O Vale

 



No artigo

x