Em vídeo, Requião diz que vai encomendar missa para “abrir cabeça” de filho de Bolsonaro

Senador reponde a representação que Eduardo Bolsonaro disse fazer na Procuradoria Geral da República por frases captadas fora de contexto de Requião e da deputada Benedita da Silva. Assista o vídeo  Por redação    ...

373 0

Senador reponde a representação que Eduardo Bolsonaro disse fazer na Procuradoria Geral da República por frases captadas fora de contexto de Requião e da deputada Benedita da Silva. Assista o vídeo

 Por redação                                                                          Foto Lula Marques/Agência PT

Nesta sexta-feira, o senador Roberto Requião distribuiu vídeo em que afirma que vai encomendar a suas custas uma missa para ver se deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) “abre a cabeça e pare de falar asneiras.” A reação é por causa de outro vídeo que o filho de Jair Bolsonaro postou dizendo que representaria na Procuradoria Geral da República para que Requião e a deputada Benedita da Silva (PT-RJ) sejam processados no Supremo Tribunal Federal por frases ditas num debate na Universidade de Brasília, UNB.

No evento, Benedita, evangélica, fez uma comparação entre o sacrifício de Cristo e o momento político atual e disse: “Minha bíblia diz que sem derramamento de sangue não haverá redenção. Vou à luta, vamos à luta com qualquer que seja as nossas armas”. Bolsonaro filho tira do contexto e denuncia como “defesa do derramamento de sangue”. No mesmo evento, Requião diz que no atual momento “não há mais espaço para conversas e bons modos”, por isso também é “denunciado” por Eduardo Bolsonaro.

Por ironia, o filho de Jair Bolsonaro termina seu vídeo dizendo que “nós, deputados, somos figuras públicas e temos de ter responsabilidade pra que não venhamos a ver um caos instalado no nosso Brasil (?) e que leve ao derramamento de sangue de brasileiros contra brasileiros”. Palavras estranhas para o membro de uma família que alcançou projeção política defendendo a ditadura militar e posições da extrema direita.



No artigo

x