STF mantém prisão de irmã de Aécio Neves

Em julgamento de recurso da defesa de Andrea Neves, STF mantém decisão de prisão preventiva por 3 votos a 2. Ministro Barroso diz que “Em plena Lava Jato o modus operandi continuava como se não...

242 0

Em julgamento de recurso da defesa de Andrea Neves, STF mantém decisão de prisão preventiva por 3 votos a 2. Ministro Barroso diz que “Em plena Lava Jato o modus operandi continuava como se não tivessem o risco de serem alcançados pela Justiça

Por Redação                                                                             Foto: Agência Brasil

O recurso da defesa de Andréa Neves, irmã de Aécio, que pedia o fim de sua prisão provisória, foi negado por 3 votos a 2 nesta tarde pelo Supremo Tribunal Federal, STF. Componentes da primeira turma do tribunal, Luis Roberto Barroso, Luiz Fux e Rosa Weber votaram pela manutenção da prisão. Marco Aurélio de Mello e Alexandre de Moraes optaram pela soltura.

Para o ministro Luis Roberto Barroso a prisão deveria ser mantida porque o quadro não mudou desde o pedido da prisão preventiva de Andrea Neves. Barroso diz que áudios mostram a habitualidade que Andrea Neves operava. “Em plena Lava Jato o modus operandi continuava como se não tivessem o risco de serem alcançados pela Justiça”, afirmou no julgamento.

Andrea foi presa na Operação Patmos, da Polícia Federal, acusada de pedir R$ 2 milhões em propinas à JBS. Em troca, ela favoreceria interesses do grupo de Joesley Batista na Vale do Rio Doce, mineradora privada, mas que tem entre seus sócios majoritários fundos de pensão dirigidos por indicados do governo federal



No artigo

x