Mulher encontrada morta com bicheiro era PM lotada na UPP da Rocinha

O casal foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira (14), de acordo com informações do 31ª BPM. O crime teria sido cometido por dois homens que usavam capuz.

424 0

O casal foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira (14),  de acordo com informações do 31ª BPM. O crime teria sido cometido por dois homens que usavam capuz.

Da Redação*

A mulher que estava com o bicheiro Haylton Carlos Gomes Escafura no hotel Transamérica, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, era a policial militar Franciene de Souza (foto). Ela estava lotada no 23°BPM e estava trabalhando na UPP da Rocinha.

O casal foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira (14),  de acordo com informações do 31ª BPM. O crime teria sido cometido por dois homens que usavam capuz. No quarto onde ocorreram as mortes, foram encontradas cápsulas de fuzil e pistola. A família de Haylton esteve no local, mas não quis falar com a imprensa.

Para a polícia, o motivo da execução foi a disputa pelos pontos de venda de máquinas caça-níqueis. De acordo com informações do Tribunal de Justiça, as condições criminais de Haylton eram favoráveis para que ele tivesse o benefício da liberdade condicional.

Haylton é filho do bicheiro José Caruzzo Escafura, o Piruinha, e chegou a ser preso em 2012 por fraudes em máquinas caça-níqueis. A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que Escafura encontrava-se em liberdade desde janeiro desse ano.

Por volta das 7h45 desta manhã, a Delegacia de Homicídios estava no local. O Hotel Transamérica afirmou que não vai comentar o caso, mas afirmou que já enviou todas as imagens de câmeras de segurança para a investigação policial.

*Com informações do G1

Foto: Reprodução Redes Sociais



No artigo

x