Pastor que foi preso nos EUA abre Marcha para Jesus pregando contra corrupção

Estevam Hernandes e esposa, a bispa Sônia, foram condenados e ficaram presos nos EUA por tentarem entrar sem declarar US$ 56 mil. Parte do dinheiro estava numa Bíblia  ...

602 0

Estevam Hernandes e esposa, a bispa Sônia, foram condenados e ficaram presos nos EUA por tentarem entrar sem declarar US$ 56 mil. Parte do dinheiro estava numa Bíblia

 

Por Redação                                                                                                                         Foto: Reprodução Youtube

 

O bispo da Igreja Renascer em Cristo, Estevam Hernandes, que faz um dos maiores eventos de São Paulo, a Marcha para Jesus, abriu a edição deste ano pregando contra a corrupção. “Pai, tira a fome e a corrupção. O Deus de paz vai esganar o satanás sob os teus pés”, afirmou.

O que mostra como, em muitos casos, pessoas com alguns pecados em seu passado enchem a boca para acusar os “corruptos”. Estevam e sua esposa, a bispa Sônia, foram presos e condenados nos Estados Unidos quando tentaram, em 2007, ir para Miami com mais de 56 mil dólares não declarados.  Parte, por ironia, escondida numa Bíblia.

Os bispos também sempre ostentaram riqueza e, em 2013, foram colocados pela Revista Forbes na quinta posição entre os mais ricos pastores evangélicos, com fortuna avaliada em R$ 120 milhões. Depois ocorreram denúncias de que a igreja estava com problemas econômicos, inclusive deixando de pagar alugueis.

Marcha para Jesus – O evento, que ocorre hoje em São Paulo, está em sua 25ª edição. A expectativa é de que cerca de 2 milhões de pessoas participem da caminhada que passa pelo centro da cidade e termina próximo ao Campo de Marte, na Zona Norte, onde ocorrerão shows com cantores gospel.



No artigo

x