Deltan Dallagnol alega confidencialidade e não revela quanto cobra por palestras

O coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato afirma não possuir contrato com a Motiveação, que dizia tê-lo em seu casting havia um ano, nem com outras agências.

355 0

O coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato afirma não possuir contrato com a Motiveação, que dizia tê-lo em seu casting havia um ano, nem com outras agências.

Da Redação*


Anúncio da Motiveação

De acordo com a coluna de Mônica Bérgamo, o procurador Deltan Dallagnol alegou contrato de confidencialidade e não revelou quanto cobra por palestra.

Além disso, a coluna diz ainda que Deltan pediu a uma empresa de São Paulo que estava oferecendo palestras dele com preço entre R$ 30 mil e R$ 40 mil para retirar as informações do site “imediatamente”. O coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato afirma não possuir contrato com a Motiveação, que dizia tê-lo em seu casting havia um ano, nem com outras agências.

Os convites, segundo o Ministério Público Federal, são avaliados caso a caso. E as solicitações podem ser mandadas direto para a força-tarefa. A Motiveação, que inicialmente confirmou o contrato com Deltan e disse que ele não tinha fechado ainda nenhuma palestra em razão da agenda cheia, não respondeu mais aos contatos da coluna.

*Com informações da coluna de Mônica Bérgamo

Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

 



No artigo

x