Procurador preso em esquema JBS diz querer falar

Base de apoio ao presidente Temer no Congresso pretende convocar Ângelo Villela como forma de pressionar o procurador geral, Rodrigo Janot   Por Redação*     Foto:...

226 0

Base de apoio ao presidente Temer no Congresso pretende convocar Ângelo Villela como forma de pressionar o procurador geral, Rodrigo Janot

 

Por Redação*     Foto: José Cruz/EBC/FotosPúblicas

 

O procurador do Ministério Público Federal, Ângelo Villela, preso pela denúncia de receber propina para repassar informações ao grupo JBS, quer falar ao MP, à Polícia Federal ou à Justiça e dar sua versão do caso, segundo o que publica a coluna  Painel, da Folha de S.Paulo. Ele nega a pessoas próximas que tenha praticado qualquer ato de corrupção.

Essa informação, porém, tem de ser lida com ressalvas. Faz parte da estratégia da base aliada de Temer no Congresso usar o depoimento de Villela na guerra contra o procurador geral, Rodrigo Janot. Estão tentando articular a criação da CPI da JBS, na qual seria ouvido. E é bom sempre lembrar que a Folha de S.Paulo tem muitas vezes ajudado a defesa de Temer, como no caso da perícia que contratou e afirmava que a gravação de Joesley Batista tinha mais de 50 pontos de edição, o que depois foi desmentido por laudo da Polícia Federal. (Leia aqui).

 

*Com informações do Painel, FSP



No artigo

x