Reality show da Record é investigado por violação aos direitos humanos

O Ministério Público abriu um inquérito para investigar o programa, que confina 100 pessoas em uma casa de 120 m², o que gera a falta de itens básicos, água e papel higiênico  Por Redação ...

363 0

O Ministério Público abriu um inquérito para investigar o programa, que confina 100 pessoas em uma casa de 120 m², o que gera a falta de itens básicos, água e papel higiênico 

Por Redação 

O reality show da TV Record comandado por Marcos Mion, “A Casa”, será investigado por violação aos direitos humanos. O Ministério Público de São Paulo abriu, nesta sexta-feira (30), inquérito para investigar as condições pelas quais passam os participantes.

O formato do programa, que estreou na última terça-feira (27), faz com que 100 pessoas fiquem confinados em uma casa de 120 m² em condições precárias. A superlotação faz com que os participantes não tenham local adequado para dormir e faltam itens básicos, como água e papel higiênico.

A emissora ainda não recebeu notificação e não se pronunciou sobre o caso.



No artigo

x