Temer ainda não teria votos pra barrar impeachment, dizem pesquisas

Caso a denúncia seja acolhida pela Câmara, Temer será afastado por 180 dias e o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) assumirá a presidência interinamente.

252 0

Caso a denúncia seja acolhida pela Câmara, Temer será afastado por 180 dias e o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) assumirá a presidência interinamente.

Da Redação

De acordo com levantamentos feitos pelo Globo e a Folha, Temer não tem os votos suficientes para barrar a primeira denúncia do procurador-geral Rodrigo Janot, que o acusa de corrupção passiva, no episódio da mala de R$ 500 mil, entregue a seu ex-assessor Rodrigo Rocha Loures.

Segundo O Globo, Temer tem 44 votos dos 171 votos necessários para escapar, enquanto a Folha contou 45. Ou seja: aproximadamente, apenas 13% dos aliados disseram publicamente ser contra a investigação contra Temer.

Mesmo que escape na primeira, Temer ainda será acusado de obstrução judicial e organização criminosa por Janot, que vê provas sólidas contra ele.

Caso a denúncia seja acolhida pela Câmara, Temer será afastado por 180 dias e o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) assumirá a presidência interinamente.

Foto: Lula Marques/AGPT

 

 



No artigo

x