Gentili perde ação contra Trajano, que disse que humorista faz apologia do estupro

Em programa na ESPN, jornalista José Trajano disse que Danilo Gentili era: “personagem engraçadinho, que se porta como se fosse um sujeito que faz apologia do estupro”. Danilo entrou na Justiça se sentido atingido...

210 0

Em programa na ESPN, jornalista José Trajano disse que Danilo Gentili era: “personagem engraçadinho, que se porta como se fosse um sujeito que faz apologia do estupro”. Danilo entrou na Justiça se sentido atingido em sua honra e perdeu   

 

Por Redação     Foto: Leonardo Nones/SBT

 

O jornalista José Trajano foi absolvido no final de junho em processo movido por Danilo Gentili.  O apresentador pedia indenização de R$ 1 milhão por ter se sentido atingido em sua honra por declarações de Trajano.

Em 2016, numa edição do programa Linha de Passe, da ESPN Brasil, Trajano disse repudiar a presença do humorista Danilo Gentili como convidado em outro programa da emissora: “Porque o canal abrigou essa semana um personagem engraçadinho, que se porta como se fosse um sujeito que faz apologia do estupro. Um nome do humor, dizendo que no humor vale tudo”, disse. Após o episódio, Trajano acabou sendo demitido do canal e Gentili entrou com o processo.

Porém o juiz José Zoéga Coelho escreveu em sua sentença que Gentili embora não faça expressa apologia do estupro, efetivamente faz troça de fatos que, em tese, poderiam caracterizar o também grave crime de posse sexual mediante fraude (vide fatos relacionados com o programa Big Brother Brasil…) ou, mesmo assim não se entendendo, reduz e vitupera valores prevalentes na sociedade, como a liberdade sexual da mulher. E da mesma forma age com relação a outros valores não menos relevantes, como o respeito à diversidade de orientação sexual, o repeito à diferença de raças, dentre outros…” 

 

Confira abaixo o vídeo com a declaração de José Trajano:



No artigo

x