Eu não quero morrer antes de a Globo me pedir desculpas, diz Lula

Em entrevista nesta tarde à Rádio Arapuan, da Paraíba, ex-presidente falou que já provou sua inocência, agora procuradores têm de provar sua culpa. E que prometeram à Globo uma condenação que não estão conseguindo entregar  ...

319 0

Em entrevista nesta tarde à Rádio Arapuan, da Paraíba, ex-presidente falou que já provou sua inocência, agora procuradores têm de provar sua culpa. E que prometeram à Globo uma condenação que não estão conseguindo entregar

 

Por Redação     Foto: Ricardo Stuckert

 

O ex-presidente Lula deu entrevista no começo desta tarde à Rádio Arapuan, da Paraíba, no Programa Rádio Verdade. Entre outros assuntos, quando perguntado sobre a crise do governo Michel Temer e as acusações que pesam contra ele afirmou que defende o Estado de Direito para todos. Que as acusações contra qualquer pessoa precisam ser provadas na Justiça e desafiou.

“Tem muito delator mentindo. E os procuradores estão numa encalacrada, prometeram minha condenação para a Rede Globo e agora não têm como entregar. Eu já provei minha inocência, agora eles têm de provar minha culpa. Não quero morrer enquanto a Globo não pedir desculpa para mim”, afirmou.

O presidente também relatou que em relação às denuncias contra Temer e o senador Aécio Neves, eles estão provando o ódio que destilaram ao fazer acusações sem provas contra o governo Dilma e o PT. “Eles criaram um clima de ódio desde as eleições, dizendo que todos os problemas do país eram criados pela Dilma. Agora, estão no governo e não resolvem os problemas. Estão apenas jogando a culpa nos pobres e retirando direitos. Essa gente não tem competência, corta salário, corta emprego, corta direitos. Corta tudo só dos mais pobres”.

 



No artigo

x