Alckmin vai na contramão de Doria e nomeia secretário de Finanças de Haddad

A nomeação mereceu até um comentário do próprio Haddad: "Alckmin fez bem em nomear meu secretário de Finanças Rogério Ceron como seu secretário-adjunto da Fazenda. Afinal as finanças municipais encontram-se no seu melhor momento em 30 anos".

269 0

A nomeação mereceu até um comentário do próprio Haddad: “Alckmin fez bem em nomear meu secretário de Finanças Rogério Ceron como seu secretário-adjunto da Fazenda. Afinal as finanças municipais encontram-se no seu melhor momento em 30 anos”.

Da Redação*

Apesar das insistentes críticas do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), às finanças da gestão de Fernando Haddad (PT-SP), que ele define como “temerária”, o governador Geraldo Alckmin acaba de nomear o ex-secretário da área da gestão petista como seu secretário-adjunto da Fazenda.

A nomeação mereceu até um comentário do próprio Haddad: “Alckmin fez bem em nomear meu secretário de Finanças Rogério Ceron como seu secretário-adjunto da Fazenda. Afinal as finanças municipais encontram-se no seu melhor momento em 30 anos”.

De acordo com a coluna de Mônica Bérgamo, as afirmações geraram saia justa no ninho tucano.

O currículo de Rogério não nega a sua capacidade

Formado em Economia pela UNICAMP e Mestre em Economia pela mesma instituição. Ingressou na carreira pública em 2006, como Agente de Fiscalização Financeira do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Em 2007 iniciou seu trabalho na Secretaria de Finanças e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de São Paulo como Auditor Fiscal Tributário Municipal concursado. Na Secretaria, começou a sua atuação na Assessoria Econômica, e chegou à chefia da unidade em 2010. De 2011 a 2014, foi Subsecretário do Tesouro Municipal, e, em 2015, assumiu o cargo de Secretário Adjunto da pasta. Com sólida experiência em finanças públicas, assumiu o cargo de Secretário Municipal de Finanças e Desenvolvimento Econômico em julho de 2015.

*Com informações da Coluna de Mônica Bérgamo



No artigo

x