Mônica Bergamo diz que delação de Cunha tem mais de 100 anexos

Denúncias atingiriam diretamente Temer, os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e poderiam ser usadas numa segunda denúncia de Janot contra o presidente  ...

229 0

Denúncias atingiriam diretamente Temer, os ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha e o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e poderiam ser usadas numa segunda denúncia de Janot contra o presidente

 

Da Redação*    Foto Lula Marques/AGPT 

 

Segundo coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo de hoje, o ex-deputado e presidente da Câmara Eduardo Cunha está finalizando textos com informações para fechar acordo de delação premiada com a Lava Jato. Já existiriam mais de cem anexos rascunhados.

A nota afirma que Cunha deve envolver diretamente em suas acusações o presidente Michel Temer, os ministros Moreira Franco (Secretaria Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil) e o senador Romero Jucá (PMDB-RR). Ele teria provas sólidas, que mostrariam como foram feitas negociações políticas (inclusive do impeachment de Dilma), esquemas de arrecadação de campanha e recebimento de propinas.

As informações de Cunha e do doleiro Lúcio Funaro, operador do ex-deputado e que também negocia sua delação, podem ser usadas numa segunda denúncia que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve apresentar ao Supremo Tribunal Federal, STF, contra Temer.

*Com informações da coluna de Mônica Bergamo



No artigo

x