Deflação mostra que população não tem mais dinheiro para comprar

O índice de inflação de junho anunciado hoje pelo IBGE mostra que maiores reduções de preço foram em alimentação, habitação e transporte, itens essenciais e que a população está consumindo menos  ...

339 0

O índice de inflação de junho anunciado hoje pelo IBGE mostra que maiores reduções de preço foram em alimentação, habitação e transporte, itens essenciais e que a população está consumindo menos

 

Por Redação  Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 

O IBGE divulgou hoje que o índice oficial de inflação foi negativo no mês de junho. Houve deflação de 0,23%. As principais quedas foram nos grupos alimentação (-0,50%), habitação (-0,77%) e transporte (-0,52%). Mostrando que os brasileiros estão com dificuldade para consumir até itens essenciais contidos nesses grupos.

Em relação à habitação, por exemplo, matéria de O Globo desta semana mostra que, por conta da crise, donos de imóveis no Rio de Janeiro estão dando até três meses de graça nos alugueis para manter os inquilinos. Há quase 15% de imóveis fechados e o preço do metro quadrado alugado caiu quase 5% em um ano.

Em relação à alimentação, estudo do Instituto Foodservice Brasil afirma que, por conta da crise, diminuiu o número de refeições fora de casa de 1,60 vezes, em 2015 para 1,46, em 2016. Nos combustíveis, a crise também levou o consumo de derivados de petróleo a cair 4,5% no ano passado em relação a 2015, segundo dados da ANP.

Sem dinheiro para a população consumir, se mantém a recessão e os preços caem.

Segundo Temer, país não tem crise econômica — Na maior recessão já registrada na história recente do Brasil, com mais de 13 milhões de pessoas desempregadas, o presidente Temer declarou, na viagem que está fazendo à Alemanha, que não existe crise econômica. “Crise econômica no Brasil não existe. Vocês têm visto os últimos dados? Pode levantar os dados e você verá que estamos crescendo no emprego, estamos crescendo na indústria, estamos crescendo no agronegócio. Lá não existe crise econômica”, declarou.

Além de falar besteiras, em sua viagem Temer vem sendo totalmente isolado. Não tem nenhuma reunião bilateral prevista com outro líder internacional.

 

 



No artigo

x