Governo volta atrás e tenta negociar para votar reforma trabalhista

Após senadoras ocuparem a mesa do Senado, base do governo tenta acordo permitindo a entrada de trabalhadores nas galerias e discurso de todos os senadores que quiserem se pronunciar. Oposição aceita retomar votação se...

322 0

Após senadoras ocuparem a mesa do Senado, base do governo tenta acordo permitindo a entrada de trabalhadores nas galerias e discurso de todos os senadores que quiserem se pronunciar. Oposição aceita retomar votação se for aprovado destaque que impede lactantes de trabalhar em locais insalubres

Por Redação / Foto Lula Marques/AGPT

Após senadoras ocuparem a mesa do Senado nesta manhã, a base aliada de Temer está tentando acordo para fazer a votação nesta terça-feira. Antes tentavam fazer a sessão no menor tempo possível, sem permitir a presença de trabalhadores nas galerias e com poucos senadores fazendo discurso para aprovar no menor tempo possível.

Com a resistência das senadoras, voltaram atrás e propuseram abrir a palavra a todos os senadores e permitir a presença nas galerias. As senadoras então fizeram contraproposta, dizendo que aceitam a negociação desde que seja garantida a aprovação de destaque que garanta que lactantes não possam trabalhar em locais insalubres. A base do governo aceitou votar o destaque, mas em garantir a aprovação. É que, mesmo essa medida tendo maioria dos votos entre senadores, caso passe a reforma terá de voltar a ser discutida novamente na Câmara dos Deputados. Até o fechamento deste texto as negociações continuavam.

Veja transmissão ao vivo

Absurdo!! Cortaram até a luz do Congresso e impedem a entrada de trabalhadores e sindicatos na Casa. Desrespeito total com os brasileiros. Vamos continuar resistindo! Deputad@s se somam à luta.

Posted by Gleisi Hoffmann on Tuesday, July 11, 2017



No artigo

x