Já esqueceu da reforma trabalhista? Moro condena Lula no timing perfeito

Ou o fato do juiz de Curitiba ter concluído sua sentença apenas um dia depois de o Senado aprovar a reforma trabalhista e mudar todas as manchetes de jornais é mera coincidência?  Por Ivan Longo...

1498 0

Ou o fato do juiz de Curitiba ter concluído sua sentença apenas um dia depois de o Senado aprovar a reforma trabalhista e mudar todas as manchetes de jornais é mera coincidência? 

Por Ivan Longo  

11 de junho de 2017: é aprovada no Senado, com 50 votos favoráveis, a reforma trabalhista, projeto que vai retirar direitos trabalhistas e que foi criticado, inclusive, pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

12 de junho de 2017: Luiz Inácio Lula da Silva, primeiro trabalhador advindo da luta sindical a se tornar presidente da República do país, pelo Partido dos Trabalhadores, é condenado a mais de 9 anos de prisão em um processo que, até agora, não apresentou sequer uma prova que sustente a acusação de que ele é dono de um apartamento.

Os dois fatos não podem ser analisados de maneira isolada. A aprovação da reforma trabalhista no Senado nesta terça-feira (11) foi, sem dúvidas, a notícia do dia e seria, naturalmente, a notícia da semana, tendo em vista a tamanha repercussão da sessão que aprovou o projeto, principalmente por conta do protesto de senadoras da oposição. A reação à aprovação do projeto, majoritariamente negativa, foi enorme e já criava um clima de revolta entre movimentos sociais, sindicatos, partidos progressistas e de esquerda e na população como um todo. A quarta-feira (12) começou com o mesmo assunto em pauta.

Pouco depois da hora do almoço, no entanto, vem a bomba: Lula condenado. Já foi o suficiente para que os comentários sobre reforma trabalhista perdessem o fôlego.

A defesa do ex-presidente apresentou as alegações finais do processo no dia 20 de junho. Nas alegações, inclusive, os advogados do petista apresentam provas cabais que desmontam toda a tese da acusação de que Lula teria a titularidade do tal apartamento. A partir deste momento, Moro poderia concluir e publicar a sentença a qualquer momento.

Desde a semana passada que jornais da mídia tradicional vêm noticiando que Moro publicaria sua sentença esta semana. A revista Veja, inclusive, revelou, sem querer, que já tinha a informação sobre a condenação de Lula nesta quarta-feira (12) ao publicar matéria com XXX no lugar da pena, entregando que já sabia o resultado da sentença, aguardando apenas a confirmação dos anos de reclusão.

Dado este contexto, seria possível afirmar que é uma mera coincidência o juiz de Curitiba condenar Lula justo no dia seguinte ao da aprovação da reforma trabalhista?

 

 

 



No artigo

x