PMDB fecha questão e obriga deputados a votar contra denúncia de Temer

"É a primeira vez que o partido faz isso. Mostra a gravidade do que está acontecendo", disse o ministro Moreira Franco (Secretaria de Governo), ao deixar a reunião.

195 0

“É a primeira vez que o partido faz isso. Mostra a gravidade do que está acontecendo”, disse o ministro Moreira Franco (Secretaria de Governo), ao deixar a reunião. 

Da Redação*

O presidente do PMDB, Romero Jucá, publicou nas redes sociais, nesta quarta-feira (12), comunicado para a bancada do partido, obrigando a todos os deputados a votar contra a denúncia que indica que o presidente Michel Temer cometeu crime de corrupção passiva.

O deputado que votar a favor da denúncia será afastado temporariamente de suas funções enquanto o conselho de ética do partido não tomar decisão final. A legenda tem 33 deputados no colegiado e 63 na Câmara.

“A Executiva do PMDB fecha questão contra a denúncia ao presidente Temer. Quem não cumprir a decisão será enquadrado pelo Conselho de Ética do partido e sofrerá punições”, afirmou nas redes sociais o presidente do partido, senador Romero Jucá (RR).

“É a primeira vez que o partido faz isso. Mostra a gravidade do que está acontecendo”, disse o ministro Moreira Franco (Secretaria de Governo), ao deixar a reunião.

*Com informações da Folha

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil



No artigo

x