Recepcionista de salão de “madames” de Ipanema é demitida por “não ter opinião” sobre prisão de Lula

Uma das funcionárias, que tem como clientes as filhas de Eduardo Cunha, teria pedido ao dono do salão a demissão da recepcionista pois não queria “ficar olhando para a cara dessa recepcionista petista”. O...

270 0

Uma das funcionárias, que tem como clientes as filhas de Eduardo Cunha, teria pedido ao dono do salão a demissão da recepcionista pois não queria “ficar olhando para a cara dessa recepcionista petista”. O pedido foi acatado e a mulher mandada embora 

Por Redação*

O jornalista Ancelmo Gois, em seu blog no jornal O Globo, noticiou nesta quarta-feira (19) que uma recepcionista de um salão de beleza de “madames” em Ipanema foi demitida por, simplesmente, “não ter opinião” sobre a condenação de Lula pelo juiz Sérgio Moro.

De acordo com o jornalista, no dia em que o juiz de Curitiba divulgou a sentença, semana passada, uma das funcionárias do salão perguntou à recepcionista qual seria sua opinião sobre a decisão. A recepcionista, então, teria respondido que “não achava nada”.

Foi o suficiente para a funcionária, que tem como clientes as filhas de Eduardo Cunha, a chamar de “petista” e solicitar a demissão da mulher ao dono do estabelecimento. “Não quero ficar olhando para a cara dessa recepcionista petista”, teria dito. A recepcionista, então, teria sido demitida nesta terça-feira (18).

*Com informações do jornal O Globo

Foto: Reprodução/Sindibeleza



No artigo

x