8 de agosto: finalmente justiça mineira marca audiência para julgamento de Azeredo

Depois de dois anos com processo parado, recurso do candidato a governador envolvido no mensalão mineiro e condenado a mais de 20 anos de prisão será analisado. Com demora, crime de Azeredo pode ter...

195 0

Depois de dois anos com processo parado, recurso do candidato a governador envolvido no mensalão mineiro e condenado a mais de 20 anos de prisão será analisado. Com demora, crime de Azeredo pode ter pena reduzida para pouco mais de um ano de prisão

 

Por Redação*   Foto: José Cruz/ Agência Brasil

 

Depois de mais de dois anos parado, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) finalmente marcou para 8 de agosto o julgamento do recurso do candidato a governador tucano condenado pelo mensalão mineiro. Na primeira instância, Eduardo Azeredo (PSDB) recebeu pena de 20 anos de prisão por peculato e lavagem de dinheiro, mas aguarda em liberdade até o julgamento de recurso em instância superior.

Como comparação, a denúncia de Azeredo é de 2009 e até hoje não foi preso, ao contrário dos envolvidos no mensalão federal, que estão há anos cumprindo penas. Inclusive Marcos Valério, que está negociando para fazer nova delação, que pode envolver Azeredo e Aécio Neves.

Com a demora para o processo contra o tucano andar na justiça mineira, mesmo que sua condenação seja mantida, Azeredo poderá ficar preso pouco mais de uma ano, já que completará 70 anos em setembro de 2018. Pelo Código Penal Brasileiro, nessa idade o tempo de prescrição do crime cai pela metade e teria desconto entre o tempo apenado e os 11 anos que se passaram entre o crime (1998) e a denúncia, apresentada em 2009.

Para isso não acontecer, é necessário que o processo fique transitado em julgado até setembro do ano que vem, o que não deve ocorrer porque depois do julgamento no TJMG ainda caberão recursos da defesa no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Com informações do Minas 247



No artigo

x