Já detida sete vezes pela PM, militante teme virar nova “Rafael Braga”

‘Rosa’ é menor de idade, mas teme que assim que fizer 18 anos forjem contra ela uma ocorrência e acabe presa como Rafael Braga, militante detido com uma garrafa de Pinho Sol e que depois...

177 0

‘Rosa’ é menor de idade, mas teme que assim que fizer 18 anos forjem contra ela uma ocorrência e acabe presa como Rafael Braga, militante detido com uma garrafa de Pinho Sol e que depois foi condenado por “tráfico de drogas”.

 

Por Redação*      Foto: ponte.org

 

Em reportagem do site Ponte.Org, é denunciada a história de Rosa, nome fictício de uma militante de 17 anos e que já foi detida sete vezes pela PM de São Paulo por participar de manifestações. Diz a matéria: “Rosa, seus amigos e advogados não têm dúvidas: afirmam que a adolescente foi ‘marcada’ pelos policiais e vem sendo vítima de detenções arbitrárias, com o único objetivo de tirá-la das ruas. ‘Eu não tenho mais liberdade de expressão’, define Rosa. “E a tendência é piorar.”

Rosa fará 18 anos no final deste mês e, segundo ela, “policiais militares e civis já disseram que, ao atingir a maioridade, vão dar um jeito de imputar a ela crimes que garantam sua permanência na cadeia. ‘Eu não quero ser o próximo Rafael Braga. Eu quero ter uma juventude, uma vida’, diz, referindo-se ao jovem negro, vítima de duas condenações controversas no Rio de Janeiro, cujo nome virou sinônimo de flagrante forjado.”

Rafael é um ex-morador de rua que foi preso no Rio em manifestação em 2013 com uma garrafa de Pinho Sol na mochila. Solto, foi novamente preso e acusado de tráfico de drogas e acabou condenado a mais de onze anos de prisão.

Leia a matéria completa sobre Rosa aqui.

 

Com informações de ponte.org

 

 



No artigo

x