Mesmo preso, Cunha é beneficiado por liberação de emendas por Temer

Festival de liberação de dinheiro para segurar denúncia contra Temer na Câmara acabou beneficiando Eduardo Cunha.  Sete emendas do deputado foram pagas este ano, as de maior valor em junho, quando já havia estourado a...

329 0

Festival de liberação de dinheiro para segurar denúncia contra Temer na Câmara acabou beneficiando Eduardo Cunha.  Sete emendas do deputado foram pagas este ano, as de maior valor em junho, quando já havia estourado a crise da JBS

 

Por Redação*   Foto Lula Marques/AGPT 

 

Levantamento feito pelo The Intercept Brasil mostra que o festival de liberações de emendas para deputados federais para segurar a denúncia contra Temer acabou beneficiando o ex-deputado Eduardo Cunha, preso preventivamente em Curitiba. No ano foi liberado dinheiro para sete emendas do ex-presidente da Câmara.

“Os valores que chamam mais atenção foram desembolsados pela União no início de junho, já no meio da crise política enfrentada pela gestão Temer após a divulgação da investigação baseada nas delações dos executivos do Grupo JBS. Ao todo, foram três emendas de Cunha neste período, que somaram R$ 1.671,5 milhão”, mostra a reportagem. Outras, menores, haviam sido liberadas no começo do ano.

O The Intercept ainda lembra que essas “bondades” ocorreram após a intensificação da crise política em Brasília. “Ao todo, em junho, foram desembolsados R$ 507,4 milhões de restos a pagar pendentes dos anos anteriores para todos os deputados, pouco mais de um terço dos R$ 1,5 bilhão que foram liberados também de restos a pagar nos primeiros seis meses deste ano”, aponta.

Além da liberação das emendas, Temer ainda trocou dezenas de deputados na Comissão de Constituição e Justiça para barrar o relatório contrário a ele do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ).

*Com informações do The Intercept Brasil

 



No artigo

x