Empresário que bateu em Luiza Brunet chama Maria da Penha de ‘leizinha vagabunda’

Lirio Parisotto teria encontrado deputados em restaurante, apoiado as reformas do governo Temer e, ao final, disparado contra a lei Maria da Penha

456 0
Lirio Parisotto teria encontrado deputados em restaurante, apoiado as reformas do governo Temer e, ao final, disparado contra a lei Maria da Penha

Por Redação*

A coluna Radar On-Line de Veja publica esta semana que o empresário Lirio Parisotto, ex-companheiro condenado por agredir a modelo Luiza Brunet, encontrou num restaurante os deputados Benito Gama (PTB-BA) e Arthur Maia (PPS-BA).

Depois de ter elogiado reformas de Temer, como a da Previdência e outras medidas “duras tomadas pelo presidente, Parisotto teria se dirigido aos deputados e dito: “Leizinha vagabunda é essa tal de Maria da Penha. Vocês tinham que revogá-la”.

Não é necessário dizer por que Parisotto não gosta da lei que protege mulheres contra agressão.

*Com informações do Radar On-Line



No artigo

x