Em São Paulo, pato da Fiesp é vigiado pela Patrulha Rural da PM

De acordo com sites oficiais do Governo de São Paulo, o patrulhamento rural da PM, que estava nesta manhã vigiando o pato que se tornou símbolo do impeachment, tem como objetivo fazer ronda...

168 0

De acordo com sites oficiais do Governo de São Paulo, o patrulhamento rural da PM, que estava nesta manhã vigiando o pato que se tornou símbolo do impeachment, tem como objetivo fazer ronda em áreas rurais dos municípios de São Paulo

Por Redação

Uma cena, no mínimo, inusitada, aconteceu na manhã desta terça-feira (25), em frente a sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), na avenida Paulista: uma viatura da PM passou boa parte da manhã “vigiando” o pato gigante colocado em frente ao prédio.

Símbolo da campanha contra a alta de impostos da entidade, que é presidida por Paulo Skaf, amigo e correligionário de Temer, o pato ficou famoso durante o processo de impeachment de Dilma, em 2016, quando a Fiesp se juntou aos movimentos MBL e Vem Pra Rua, contrários ao PT.

Segundo sites oficiais do Governo do Estado de São Paulo, responsável pela Polícia Militar, “o Patrulhamento Ostensivo Rural da Polícia Militar  tem como objetivo intensificar as rondas na área rural dos municípios paulistas”, algo um tanto diferente de uma das avenida mais famosas e mais movimentadas da maior metrópole da América Latina.

Comentário

Certamente, o medo de que algum comunista fure o pato inflável da Fiesp, fez o Skaf chamar a Patrulha, uma vez que lugar de pato é no sítio, justificando a atuação da viatura e do policial.



No artigo

x