Tese de Thaméa Danelon foi orientada por Alexandre de Moraes

O mestrado em Direito Político e Econômico teve como produto final uma obra sobre "tipificação dos crimes financeiros como forma de limitação do abuso do poder econômico".

118 0

O mestrado em Direito Político e Econômico teve como produto final uma obra sobre “tipificação dos crimes financeiros como forma de limitação do abuso do poder econômico”.

Por Jornal GGN

Thaméa Danelon, que assume em São Paulo o papel desempenhado por Deltan Dallagnol em Curitiba, teve orientação de mestrado exercida por Alexandre de Moraes, que hoje é ministro do Supremo Tribunal Federal, mas já passou pelo Ministério da Justiça de Michel Temer (PMDB) e Secretaria de Segurança Pública de Geraldo Alckmin (PSDB).

A coordenadora da força-tarefa da Lava Jato em São Paulo submeteu a dissertação feita sob orientação de Moraes a uma bancada examinadora da Universidade Mackenzie, composta pelos professores Gianpaolo Poggio Smanio e José Renato Naline, em 2007.

O mestrado em Direito Político e Econômico teve como produto final uma obra sobre “tipificação dos crimes financeiros como forma de limitação do abuso do poder econômico”. A dissertação dedica um capítulo ao que a procuradora chamou de “white collar crime”, ou crime de colarinho branco, o objeto de perseguição da Lava Jato.

Em São Paulo, a força-tarefa do Ministério Público Federal vai priorizar inquéritos contra Lula, Fernando Haddad, Alexandre Padilha e José Genoíno. Os tucanos implicados no braço da operação em São Paulo não têm potencial nem pretensão eleitoral como os petistas investigados.

Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil



No artigo

x