Barbárie: Moradores do Rio prometem fazer justiça com as próprias mãos

Em cartazes espalhados pelas ruas, o “Bonde da Justiça” determina que “bandidos”, “malandros” e “viciados” deixem o bairro e ainda lista “penas” para determinados atos. Por exemplo: quem for pego roubando, terá os dedos...

194 0

Em cartazes espalhados pelas ruas, o “Bonde da Justiça” determina que “bandidos”, “malandros” e “viciados” deixem o bairro e ainda lista “penas” para determinados atos. Por exemplo: quem for pego roubando, terá os dedos cortados com serra elétrica; se alguém ouvir funk que faz apologia ao crime, terá o equipamento apreendido. “Surra de porrete” e “morte” também estão entre as punições 

Por Redação*

Os tempos são de barbárie no Rio de Janeiro. Moradores da Zona Norte da cidade estão prometendo fazer justiça com as próprias mãos, em uma ação que beira ao fascismo.

Cartazes espalhados pelas ruas de bairros como Rocha Miranda, Turiaçu e Colégio, assinados pelo “Bonde da Justiça”, determina que bandidos”, “malandros” e “viciados” deixem o bairro e ainda lista “penas” para determinados atos. Por exemplo: quem for pego roubando, terá os dedos cortados com serra elétrica; se alguém ouvir funk que faz apologia ao crime, terá o equipamento apreendido. “Surra de porrete” e “morte” também estão entre as punições.

Leia também: “JUSTICEIROS”: A ANTIDEMOCRACIA TRAVESTIDA DE JUSTIÇA

*Com informações do blog do Ancelmo Góis 

 



No artigo

x