Depois de Zuckerberg, fundador do Flickr também defende renda básica universal

"Mais e mais pessoas estão persuadidas de que a Renda Básica é uma boa iniciativa", diz Eduardo Suplicy

182 0

“Mais e mais pessoas estão persuadidas de que a Renda Básica é uma boa iniciativa”, diz Eduardo Suplicy, autor de lei sobre a iniciativa no Brasil, que não foi regulamentada

Da Redação

Não é só Zuckerberg que vem defendendo a ideia de uma renda universal para todos. O CEO da Slack e um dos fundadores do Flickr, Stewart Butterfield, também saiu em defesa da proposta em seu Twitter. “Não precisa ser muito, mas dar às pessoas, mesmo uma segurança muito pequena, destrava uma grande quantidade de empreendedorismo”, defendeu.

O fundador do Facebook Mark Zuckerberg tem viajado por todos os estados dos Estados Unidos. Este foi o seu desafio para 2017 anunciado logo no início deste ano. O objetivo era conversar com as pessoas, ver como elas vivem e o que pensam. Numa de suas viagens, no Alasca, ele conheceu a iniciativa da renda básica universal. E tem defendido essa ideia, como fez em sua fala na formatura de Harvard, no início de julho.

“Chegou a hora de nossa geração definir um novo contrato social. Deveríamos explorar ideias como a da renda básica universal para garantir que todos tenham segurança para testar novas ideias”, disse Zuckerberg.

No Brasil, a Lei 10.835/04, de autoria de Eduardo Suplicy, previa que a partir de 2005 todos recebessem uma renda básica de cidadania. Mas a lei não foi regulamentada.

“Mais e mais pessoas, inclusive empreendedores de sucesso como Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, e Steward Butterfield, do Canadá, estão persuadidas de que a Renda Básica é uma boa iniciativa. Ele ressalta que modesta soma garantida a todas as pessoas contribuirá para que muitas desenvolvam seus próprios empreendimentos”, comentou o atual vereador mais votado de São Paulo.


Foto: Alessio Jacona/ Flickr (CC By 2.0)



No artigo

x