“Vai dar merda com o Michel”, escreveu Cunha sobre acerto de propina numa mensagem de celular

Ou seja ele vai tirar o de São Paulo para dar a vc? Isso vai dar merda com o Michel. E ele não estaria dando nada a mais, disse Cunha a Henrique Alves numa troca de mensagem

178 0

O nome do presidente Michel Temer (PMDB) apareceu em uma troca de mensagens de celular entre os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) quando ambos tratavam de um acerto que seria feito com o dono da JBS, Joesley Batista, numa conversa que, para a Polícia Federal (PF), diz ter indícios de ser de negociação de propina.

Na conversa são citados “três convites” de Joesley que seriam repassados aos peemedebistas. Essa troca de mensagens aconteceu em 22 de agosto de 2012 e estava no celular de Cunha, apreendido pela Polícia Federal.

Para a PF, os “três convites” seriam uma forma disfarçada de falar de dinheiro.

O diálogo integra o relatório da PF que foi anexado na semana passada a uma das ações que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF).

Na ocasião da troca de mensagens, Alves e Cunha eram deputados e Temer, vice-presidente da República. E todos estavam envolvidos com as eleições municipais que aconteceram em 3 de outubro.

Alves informa Eduardo Cunha sobre o resultado de uma conversa com “Joes”. A PF afirma que se trata de Joesley Batista. “Joes aqui. Saindo. Confirme dos 3 convites, 1 RN 2 SP! Disse a ele!”, escreveu Alves.

Cunha respondeu: “Ou seja ele vai tirar o de São Paulo para dar a vc? Isso vai dar merda com o Michel. E ele não estaria dando nada a mais”.

Cunha sugere, ainda, contornar Michel Temer. Henrique Alves, por sua vez, diz: “o problema é dele com o Michel”.

Henrique Eduardo Alves – Ok . Não esqueça conversa. E Joes?

Eduardo Cunha – Vou resolver dentro de outra ótica, sem tocar em Michel. O cara foi malandro e vc caiu e não vamos nos atritar por isso, ele vai resolver e pronto, deixa para lá.

Henrique Eduardo Alves – Cai não. Me garantiu, concordei. De onde problema dele com Michel Ok

 Com informações do BuzzFeed



No artigo

x