Depois de mentir e ser acusado de assédio, deputado ataca Boechat com meme homofóbico

A lista de atitudes questionáveis não para de crescer: Wladimir Costa (SD-PA) mentiu sobre veracidade da tatuagem homenageando Temer, ficou pedindo nudes pelo celular no Plenário da Câmara, sofreu uma acusação de assédio sexual...

1171 0

A lista de atitudes questionáveis não para de crescer: Wladimir Costa (SD-PA) mentiu sobre veracidade da tatuagem homenageando Temer, ficou pedindo nudes pelo celular no Plenário da Câmara, sofreu uma acusação de assédio sexual e agora, como se não bastasse, ataca o jornalista Ricardo Boechat com um meme homofóbico 

Por Redação 

O deputado Wladimir Costa (SD-PA), aquele mesmo que fez uma tatuagem que antes dizia ser verdadeira, homenageando o presidente Michel Temer, voltou atrás e disse, nesta semana, que a tatuagem era de henna. Mesmo com essa possibilidade tendo sido levantada na semana da polêmica, ele insistiu em afirmar que o desenho havia sido feito com agulha e que era permanente.

O jornal Folha de S. Paulo o procurou para falar sobre este e outros assuntos, na noite de terça-feira (8), e o fiel escudeiro de Temer respondeu com um meme homofóbico que ataca o jornalista Ricardo Boechat.

Na imagem, uma montagem, o microfone do jornalista foi substituído por um órgão sexual masculino. Segundo o jornal, o título da mensagem é “Ricardo Bichat e o microfone de nervo” e balões de texto trazem mensagem de cunho homofóbico. Perguntado na manhã desta quarta-feira (9) sobre o meme, o deputado disse que ele sofreu críticas pesadas de Boechat e que “apenas compartilhou” um dos “tantos” memes que já recebeu sobre o jornalista.

Boechat, por sua vez, informou que não vai se pronunciar sobre o assunto.

Essa é apenas mais uma das polêmicas que Wladimir Costa vem acumulando para chamar atenção. Além da mentira sobre a tatuagem e o meme homofóbico, Costa foi acusado de assédio sexual, na semana passada, por uma jornalista de Brasília e, na sessão que votou a denúncia contra Temer na Câmara, foi flagrado pedindo fotos eróticas pelo celular.



No artigo

x