Nos bastidores, Doria ameaça Alckmin: “Vem aí uma bomba, uma delação irrespondível”

Briga entre tucanos pela candidatura do partido à presidência faz prefeito de São Paulo lançar boatos envolvendo possíveis denúncias sobre o cunhado do governador.

317 0

Briga entre tucanos pela candidatura do partido à presidência faz prefeito de São Paulo lançar boatos envolvendo possíveis denúncias sobre o cunhado do governador.

Da Redação*

O ninho tucano está em polvorosa e não dá mais para disfarçar que dois de seus quadros de alta plumagem não se suportam mais. Não é segredo para ninguém que o prefeito paulistano João Doria, contagiado pela possibilidade de ser o candidato do PSDB à presidência da República, definitivamente declarou guerra ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, seu provável rival dentro do partido. Nos bastidores do tucanato paulista, o prefeito não tem poupado Alckmin de críticas.

Agora, além de cutucar o governador nas conversas, Doria não perde a oportunidade de ameaçá-lo, ao afirmar que “vem aí uma bomba, uma delação irrespondível, que esse negócio de cunhado é difícil”, fala, em tom enigmático. Enquanto espalha boatos, o prefeito da capital paulista faz turnê pelo Brasil, tentando ganhar espaço para sua virtual candidatura presidencial.

*Com informações do Brasil 247

Foto: Fernando Pereira/SECOM-PMSP/Fotos Públicas



No artigo

x