Na vanguarda, PUC-SP inaugura banheiro unissex; preconceituosos se revoltam

Uma das universidades mais tradicionais e respeitadas do país, a PUC se torna a primeira de São Paulo a aderir a um banheiro sem restrição alguma de gênero e identidade. Novidade foi comemorada por...

1678 0

Uma das universidades mais tradicionais e respeitadas do país, a PUC se torna a primeira de São Paulo a aderir a um banheiro sem restrição alguma de gênero e identidade. Novidade foi comemorada por alunos e comunidade acadêmica em geral mas, no Facebook, há “cidadãos de bem” revoltados destilando moralismo 

Por Redação

A Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) inaugurou, na última sexta-feira (11), um banheiro unissex – ou seja, não há restrição alguma de gênero, identidade ou orientação sexual para o uso. Trata-se da primeira universidade de São Paulo a aderir, oficialmente, a um banheiro do tipo – demanda que já reivindicada há anos por estudantes e movimentos LGBTs de inúmeras faculdades.

A novidade foi anunciada pela página oficial da instituição no Facebook.

“A PUC-SP, atenta à diversidade de sua comunidade universitária, composta por alunos, professores e funcionários, buscou contemplar a todos com a implementação de um banheiro unissex. A Instituição ressalta que estes sanitários são de uso comum, não direcionados a públicos específicos”, escreveram.

Apesar de a adesão ao banheiro unissex ter sido comemorada por alunos e professores, internautas que seguem a página da universidade no Facebook, se dizendo “cidadãos de bem”, se revoltaram. Uma mulher, por exemplo, achou “incoerente” uma universidade católica prezar pela diversidade e perguntou: “Cadê os padres dessa faculdade?”. Entre um moralismo e outro, houve quem escreveu “quero só ver quando começar a putaria” e, outros, foram ainda mais longe: “Essa é a verdadeira cultura do estupro”.

 



No artigo

x